A gente (e a cena) precisa não morrer

Espetáculo Dura Máter, de Bruna Gomes, que integra a Mostra Web Açorianos de Dança. Foto: Clovis Dariano Em tempos de pandemia que se prolongou por mais tempo do que gostaríamos e imaginássemos, levando amigos, familiares, conhecidos, o mais importante é nos mantermos vivos. Não há futuro, cobranças, melhoras, exigências a serem feitas para atuação na … Continue lendo A gente (e a cena) precisa não morrer

A cena começa a gostar do jogo midiático (e a entendê-lo)

A cena esvaziou e em alguns instantes inflacionou com repertórios on-line, lives, performances, leituras dramáticas, web eventos de toda ordem numa profusão desenfreada, que começou tímida e de repente ficou quase impossível de acompanhar. E nesse processo, confesso que muita pouca coisa me interessou de verdade, me mobilizou com alguma intensidade, me tocou efetivamente, com … Continue lendo A cena começa a gostar do jogo midiático (e a entendê-lo)