Protocolo elefante: sobre o que não está ali

Demorei um pouco para aceitar o que acontecia durante apresentação de Protocolo Elefante, grupo Cia Cena11, ontem, no Teatro Renascença, dentro do da programação do Festival Porto Alegre Em Cena. Ou melhor, o que não acontecia, pois não conseguia formular claramente o que sentia ou pensava. E não era por deficiência da encenação. É que … Continue lendo Protocolo elefante: sobre o que não está ali

permanecer é necessário e decisivo

Dezembro de 2018. O ano encerrava-se politicamente e esperançosamente melancólico para quem conseguia perceber tudo que estava ameaçado quando se celebra sem pudor a ditadura, a censura, o desrespeito à diversidade, à cultura, à racionalidade. Foi assim que fui assistir a Ranhuras na Sala Álvaro Moreyra. E lá, estava um grupo de jovens artistas, ex … Continue lendo permanecer é necessário e decisivo

Chromos: a afirmação do grande criador Gustavo Silva

Tem certas coisas que precisam ser ditas e repetidas. Gustavo Silva é o mais talentoso e inventivo coreógrafo da sua geração. A gente já vai para o teatro cheio de expectativas e ele consegue superar todas. Chromos, apresentado no Teatro Renascença neste final de semana reafirma que ele pertence a uma linhagem de criadores brasileiros … Continue lendo Chromos: a afirmação do grande criador Gustavo Silva

Minha vida é um conto de falhas

#frame1 Sábado chuvoso em Porto Alegre. Sujeito atravessa poças da avenida José Bonifácio por entre resquícios de comemorações e protestos ao Independence Day e dobra na Travessa da Paz. #frame 2 O local, Galeria La Photo está cheio de espectadores. Muito cheio. Um crítico teatral renomado sorri. #frame 3 A chuva aumenta muito de intensidade. … Continue lendo Minha vida é um conto de falhas

Uma valsa obscura entre sombras flamencas

Ainda que seja noite é um dos mais maduros trabalhos que a temporada de 2018 trouxe à cena e não por acaso, uma vez que é resultado da trajetória desafiadora e de excelência que a Cia Silvia Canarim vem imprimindo em sua pesquisa da dança flamenca com vertente contemporânea. Essas qualidades e atributos já estavam … Continue lendo Uma valsa obscura entre sombras flamencas

O esforço para ver-se (e ser visto)

Na definição do dicionário, translúcido é o adjetivo que diz-se dos corpos que deixam passar a luz, mas através dos quais não se enxergam os objetos com nitidez. E, portanto, o título do solo da bailarina e coreógrafa Marilice Bastos, apresentado na Sala Álvaro Moreyra, traduz de maneira corrosiva sua pretensão a de revelar-se para … Continue lendo O esforço para ver-se (e ser visto)